10 sinais: como saber se você está se tornando um mau gestor

Você já se perguntou se está sendo um mau gestor?

Todos nós temos histórias para contar sobre algum gestor, chefe ou gerente que tivemos ao longo da nossa carreira e que de alguma forma nos marcou.

Infelizmente é muito mais fácil encontrar histórias de maus gestores que abusaram do poder que possuíam, do que de gestores que nos inspiraram ao longo do caminho.

Claro, ninguém se propõe a se tornar um mau gestor ou chefe, tenho certeza que na maioria dos casos a intenção é fazer o melhor para a empresa. Temos situações de maus gestores que são ruins apenas devido a falta de preparo.

Infelizmente muitas empresas que possuem uma cultura hierárquica acabam escolhendo o seu melhor profissional técnico para ocupar uma vaga de gestão assim que a mesma fica disponível. Nessas situações a empresa acaba perdendo um ótimo profissional e ganhando um mau gestor.

Em outros casos, muitos inclusive, um bom gestor acaba se tornando ao longo do tempo, mesmo sem ter essa intenção, o mau gestor que todos tememos.

Eu já vi isso acontecer e aposto que você também.

Esse tipo de gestão acaba prejudicando bastante a motivação e engajamento de todos que fazem parte da equipe.

Exemplo de um mau gestor
A triste realidade de diversas equipes que sofrem com a gestão..

Os tempos atuais estão muito estressantes para qualquer gestor ou dono de empresa, as mudanças que estão ocorrendo no mercado de trabalho estão cada vez mais trazendo a necessidade de um novo tipo de gestão, muito mais participativa.

Muitos gestores infelizmente não estão preparados.

Em algumas situações da minha carreira, principalmente nos últimos anos me perguntei várias vezes, será que estou virando um mau gestor?

Sempre que eu parava para pensar acabava encontrando uma ou outra situação em que eu não havia agido da melhor forma.

Desde então comecei a reconhecer os primeiros sinais de um mau gestor, o tipo de gerente que eu temia trabalhar, comecei a ver vários desses sintomas inclusive nos meus pares.

Agora gostaria de compartilhar esses sinais com você.

Se por algum motivo você se identificar em algum desses pontos não se preocupe, o primeiro passo para melhorar é fazer uma autocrítica do próprio trabalho e identificar os pontos onde é necessário melhorar.

Assim como eu, se faça as seguintes perguntas.

Estou fazendo isso certo ou estou caindo na armadilha de fazer as coisas da mesma forma que odiava em outros gerentes?

Espero que tenha ficado interessado em conhecer esses sintomas, vamos lá?

Os 10 sinais que podem indicar que você está se tornando um mau gestor

Exemplo de um mau gestor

1 – Acha que eles já deveriam saber disso

Quando você acha que um colaborador já deveria saber disso.

Quando você é um líder, você se beneficia de ter todas as informações necessárias sobre a maioria das coisas que estão acontecendo. Porém é muito fácil se esquecer de que o resto da equipe não tem essas mesmas informações.

Não caia na armadilha de assumir que todos já deveriam estar sabendo. Em vez disso, pense nos motivos do porque a sua equipe não tem as informações de que precisa.

Você é o responsável por essa deficiência!

Os bons gestores sabem que devem garantir que a equipe saiba o que precisa saber.

2 – Sempre fala, Não! Nunca fala, Por que não?

Quando você fala não com muito mais frequência do que por que não?

Quando você é um líder e a única coisa que você faz é dizer não para as ideias dos outros, isso acaba desmotivando toda a equipe, que com o tempo para de se importar.

Em tempos onde a gestão participativa é uma necessidade e a participação dos colaboradores em tomadas de decisão uma realidade, esse tipo de atitude acaba criando uma cultura onde quem toma a decisão é sempre quem possui o maior cargo.

Um grande líder entende isso e se ajusta, ele sabe que boas ideias e sugestões tomam muitas formas e dizer não a alguma coisa imediatamente pode prejudicar sua equipe.

Para não mencionar, é muito desmotivador para a equipe sempre ter suas ideias constantemente recusadas.

Um bom líder e gestor sempre está aberto para novas ideias.

3 – Refaz tudo que é feito pelos outros

Quando você acha que tudo o que você faz é melhor do que aquilo que é feito pelos outros.

Não existe nada mais desmotivador do que ficar horas trabalhando em alguma coisa e quando o seu gestor vai dar uma olhada acaba alterando tudo o que você fez.

Esse tipo de atitude acaba fazendo os colaboradores não tentarem mais e com o tempo perderem toda a iniciativa, pois sabem que não importa o que fizerem será modificado para que fique de acordo com as preferências do seu gestor.

Se você acha que é a única pessoa que pode fazer uma parte do trabalho bem feito, se você acha que faz tudo melhor do que os outros, isso não é um símbolo de honra, na verdade pode ser a sua maior queda como líder.

Por quê? Isso mostra para sua equipe que você não confia nela.

Essa é a razão pela qual gestores fazem microgerenciamento do trabalho dos outros e não delegam atividades e projetos importantes.

Quando aceitamos que os outros podem fazer parte do nosso trabalho melhor do que nós, estamos mais dispostos a compartilhar responsabilidades, delegar tarefas e confiar na equipe.

Um grande líder sabe que o ponto crucial do trabalho em equipe é confiar e empoderar os outros para fazerem o seu melhor.

Um bom gestor confia no trabalho realizado por seus profissionais.

4 – Cobra horário dos outros mas sempre está atrasado

Quando você cobra que todos estejam sempre no horário certo, porém você está sempre atrasado.

Se isso acontece é melhor você rever se está realmente agindo da mesma forma que gostaria que seus colaboradores e pares agissem.

Se você pedir a alguém para chegar sempre no horário para o trabalho, não se atrasar para reuniões ou ficar até tarde no escritório, é melhor que você não se atrase para dar o exemplo.

Isso não é uma coisa pequena e trivial, é uma declaração para o seu colaborador ou par de que você não valoriza o tempo dele.

Um bom gestor não precisa microgerenciar o tempo dos outros.

5 – Acha que a equipe sempre deve dar conta do trabalho

Quando você acha que a equipe sempre deve dar conta do trabalho não importando as circunstâncias ou a quantidade de trabalho.

Todos nós sabemos que no trabalho muitas vezes a quantidade de demanda é maior do que a quantidade de pessoas para realizá-la.

Esse tipo de situação é normal, o problema é quando o gestor sempre acha que não importa a quantidade de serviço a equipe precisa dar um jeito de se virar e realizá-lo dentro do prazo.

É comum quando isso ocorre de o gestor fazer uma reunião e falar que as horas extras estão liberadas para a equipe.

É a forma dele dizer, façam o necessário para terminar o trabalho, se necessário trabalhe até tarde da noite ou durante o final de semana.

Esse tipo de situação ainda fica pior quando a equipe vira a noite para dar conta do trabalho e o gestor está em sua casa com a família.

Um bom gestor não pede para a equipe fazer uma quantidade maior de trabalho do que sua capacidade permite.

6 – Manipula para que as coisas sejam sempre do seu jeito

Microgerenciamento

Quando você manipula com jeitinho para que todas as coisas sejam feitas da forma que você gostaria.

Não importa como é a cultura da sua empresa, ela pode até ser diferenciada, mas se você sempre dá um jeitinho para que tudo seja feito da forma que você gostaria, as pessoas vão acabar percebendo mais cedo ou mais tarde.

Tentar guiar uma reunião para que a decisão tomada pelas pessoas seja aquela que você quer acaba mandando um recado bem claro para todos.

Quem toma as decisões é sempre quem possui o maior salário da empresa.

Em algumas situações as reuniões até utilizam formatos criativos e participativos, porém um mau gestor sempre consegue direcionar as decisões para aquilo que ele deseja.

Um bom gestor sabe que não é a pessoa mais inteligente da reunião.

7 – Abusa do poder do seu cargo

Quando você toma decisões passando por cima de qualquer processo existente na empresa.

Essa é uma das situações mais graves na minha opinião, pois esse tipo de atitude manda um recado bem claro, eu sou o chefe!

Quando existem políticas na sua empresa e você é o primeiro a quebrá-las, não importa o motivo, isso irá ficar muito feio para você.

É comum um mau gestor em alguma situação que o convém desrespeitar algum processo ou política da empresa em nome do poder de seu cargo.

Esse tipo de atitude passa a impressão que os processos e políticas somente se aplicam aos outros.

Um bom gestor não desrespeita os processos e políticas da empresa em nenhuma situação.

8 – Prega uma coisa e faz outra

Quando você prega um tipo de imagem da sua empresa para seus colaboradores, pares e também para a sociedade, porém internamente age de forma diferente.

Quando isso ocorre pode ter certeza, uma hora ou outra as pessoas ao redor vão perceber, e quando isso acontecer sua reputação ficará bastante prejudicada.

Se você prega um tipo de atitude ou cultura para sua empresa, você como líder precisa dar sempre o exemplo e agir da mesma forma que você fala.

Um bom gestor age sempre da mesma forma que a imagem que tenta passar.

9 – Não aceita que está errado

Quando você sempre acha que está certo, não importa o quanto os outros tentem te mostrar o contrário.

Esse tipo de atitude é a pior para um gestor, ainda mais quando o mesmo possui o cargo mais importante e maior salário da empresa.

Agindo dessa forma as coisas sempre serão do jeito que você deseja, mas e se você estiver errado?

Um bom líder e gestor sabe escutar quando outras pessoas dizem que ele está errado.

10 – Gera dependência para o trabalho dos outros

Quando você quer carimbar tudo que é feito, tudo precisa passar pelo seu aval.

Esse tipo de atitude acaba gerando dependências para o trabalho dos outros, pois tudo que é feito precisa primeiro passar por você para ter continuidade.

Quando isso ocorre as pessoas acabam sentindo que não possuem nenhuma liberdade para trabalhar.

Um bom gestor confia na sua equipe e seus pares para realizar o trabalho.

Finalizando

Eu tenho certeza que as chances são grandes de você ter visto algumas dessas características em um gestor ou líder em algum momento da sua carreira profissional.

Espero que após ler esse texto eu tenha ajudado você de duas formas.

Primeiramente, caso você seja um líder ou gestor e tenha se identificado com algum dos itens que citei, espero que entenda que todos nós cometemos erros e precisamos aprender com eles.

Errar não é o problema, mas precisamos ver que estamos errando para podermos corrigir e melhorar.

E finalmente, caso você tenha em sua equipe ou empresa algum gestor que tenha as características que citei e o mesmo não consegue mudar, o melhor a fazer é se questionar se você realmente está trabalhando no lugar certo.

Se suas melhores recordações são sempre das suas férias, talvez seja melhor você pensar seriamente em buscar um novo local para trabalhar.

Um grande abraço e até a próxima!

Related Articles

Responses

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Está gostando desse conteúdo? Temos uma dica para você!

Faça uma análise gratuita do seu engajamento e da cultura da sua equipe de trabalho!

Faça um tour pela Amo Onde Trabalho totalmente de graça, conheça como a plataforma funciona e quais os benefícios que ela pode trazer para a sua equipe de trabalho!

Conheça, não custa nada :)

× Fale com a gente!