Capa Cultura Organizacional

O que é Cultura Organizacional?

Cultura Organizacional: O que é, onde vive e do que se alimenta?

A cultura organizacional é comumente definida no contexto empresarial como o conjunto de valores, crenças, rituais e normas adotadas por uma determinada organização. Eu particularmente não gosto muito dessa definição, o maior problema que vejo nela é a palavra adotada, pois ela dá a entender que a cultura organizacional é construída sempre de forma intencional. 

Infelizmente a cultura das nossas equipes quase sempre não é como gostaríamos que ela fosse, ela é construída e reforçada no dia a dia, ela pode ser moldada com o tempo, mas ela já existe, tendo sido planejada ou não.

A cultura organizacional existe com base naquilo que foi construído no ambiente de trabalho com o passar do tempo, não confie nas pessoas e logo terá um ambiente sem confiança, não defina claramente propósitos e terá um ambiente onde as pessoas não são engajadas com os clientes, e assim por diante.

É claro que nenhum líder ou empreendedor sonha em ter uma cultura organizacional desagradável ou fraca em sua empresa, muitos apenas não sabem como nutrir a cultura desejada ou mudar a cultura já estabelecida dentro da sua própria empresa. Eu posso dizer por experiência que isso não é uma tarefa simples, exige comprometimento diário e muito esforço.

Apesar de ser um pouco longa, eu prefiro essa definição de cultura organizacional:

O que é Cultura Organizacional?

Se você conhece empresas como Google, Starbucks, Netflix, Spotify, Facebook ou Airbnb você já conhece empresas que não deixam suas culturas organizacionais ao acaso. Essas empresas trabalham de forma intencional as suas culturas, às vezes com um esforço ainda maior do que utilizado na construção dos seus produtos e serviços. Essas empresas utilizam isso como um diferencial não somente para quem trabalha lá, mas também para atrair os talentos certos, e isso tudo acaba sendo refletido positivamente em seus clientes e resultados financeiros.

Cultura Organizacional: Era importante, agora é essencial

Já faz alguns anos que a importância de uma cultura organizacional diferenciada está entre os assuntos da moda, principalmente no meio das startups, porém agora ela se tornou essencial

Sempre existiram empresas que tratam os colaboradores como mero executores, com gestão baseada em comando e controle e microgerenciamento, e em muitos casos até difíceis de se trabalhar. Tenho certeza que você provavelmente já passou por alguma em sua carreira. A diferença é que a cultura mudou, e não estou falando da cultura organizacional dessa vez, o que mudou foi a nossa própria cultura, o mundo que temos nas nossas mãos agora não é o mesmo de vinte anos atrás, a tecnologia e a internet mudaram a forma como vivemos e também como trabalhamos. 

Está ficando cada vez mais difícil distinguir a linha que separa o nosso trabalho da nossa vida pessoal, pelo menos da forma como era antigamente, está tudo muito mais conectado, principalmente em se tratando de trabalho do conhecimento, onde o home office já é uma realidade para muitos. Atualmente muitos profissionais já trabalham como empreendedores nas suas próprias startups, ou como colaboradores para empresas de outro estado ou país sem sair do conforto da sua própria casa. Como as empresas que possuem uma cultura organizacional desagradável e uma forma de gestão ultrapassada podem competir com isso?

Para adicionar outro elemento nessa já complicada equação, a primeira geração de nativos digitais está chegando ao mercado de trabalho. A Geração Z, também conhecida como Centennials, é a geração das pessoas nascidas a partir do final da década de 90, um  mundo onde a tecnologia, internet e todos seus benefícios relacionados está presente desde sempre, eles não sabem como é viver em um mundo sem tudo isso, não precisaram se adaptar como outras pessoas, eles já nasceram preparados.

Estruturas muito hierárquicas, formas de gestão ultrapassadas, culturas organizacionais fracas, processos burocráticos e desnecessários, tudo isso é muito facilmente encontrado nas empresas atualmente. Todos esses fatores além de prejudicarem muito o engajamento das pessoas com seus trabalhos, deixam as empresas lentas e sem adaptabilidade para agir com a velocidade exigida pelo mercado atual. Além disso, essas empresas não estão adaptadas para agradar essa nova geração, as empresas que desejarem atrair talentos e competir, terão que se adaptar.

No vídeo abaixo eu falo sobre o que é cultura organizacional e sobre todos os seus componentes:

Puffs coloridos não vão transformar a cultura da sua empresa

Muitos líderes e gestores ainda acreditam que para alterar uma cultura organizacional basta adesivar ou pintar algumas paredes, encher uma (ou várias) salas com puffs coloridos e dar o nome de sala criativa, se fosse assim bastaria colocar livros ao redor de uma pessoa para que ela obtivesse conhecimento. Se a cultura organizacional que você busca é uma onde o ambiente seja colorido, então você está no caminho certo, mas muito provavelmente essa ação irá ter um impacto pequeno na cultura organizacional. Claro, irá tornar o ambiente mais agradável e acolhedor, todos nós apreciamos um ambiente assim, mas somente isso não irá tornar as pessoas mais criativas, mais inovadoras, satisfeitas ou engajadas com o seu trabalho.

Já vi empresas colocarem videogames, mesas de ping pong e até escorregadores (obrigado por não ajudar nessa parte Google), mas os colaboradores não usavam pois sabiam que se fizessem isso não estariam passando uma boa impressão para os colegas e gestores, ou simplesmente porque para eles aquilo não combinava com a forma de trabalho da empresa. 

Sempre que vejo essas situações procuro refletir, esses elementos fazem parte da cultura da empresa ou apenas foram inseridos sem sentido e necessidade aparente? Essa reflexão começa a fazer mais sentido ainda quando pensamos sobre todos os métodos, processos, frameworks, metodologias e ferramentas que são inseridas nas equipes, e às vezes até forçadas. Em muitas situações isso é realizado sem nenhum tipo de entendimento ou reflexão sobre qual o impacto que isso irá causar na cultura, e principalmente, nas pessoas da equipe.

Outra coisa ainda bastante comum é encontrar empresas onde logo na entrada você se depara com quadros contendo a missão, visão e valores expostos nas paredes. Mas quando entramos mais a fundo na cultura daquela empresa, existe uma grande diferença entre aquilo que está definido do que realmente está acontecendo no dia a dia de trabalho. Ter quadros e adesivos nas paredes é muito bom, mas somente isso não vai fazer com que as pessoas se engajem ou se importem com eles.

É preciso estar sempre claro quais comportamentos e crenças são valorizados na cultura de uma empresa, mas além disso é necessário que exista uma forma das pessoas se cobrarem, e vivenciarem, esses comportamentos e valores enquanto realizam o seu trabalho. 

Como vamos entender melhor, quando a cultura organizacional é forte e alinhada à estratégia, ela é muito mais eficaz do que qualquer tipo de processo. É a cultura organizacional que fará com que a missão, valores e objetivos da sua empresa sejam incorporados como missão, valores e objetivos de todos que fazem parte dela.

Em um ambiente onde as pessoas têm oportunidade diária de demonstrar confiança, empoderamento e reconhecimento, por exemplo, esses comportamentos estão sendo reforçados e com o tempo ficarão mais incorporados na cultura da empresa pois terão se tornado hábitos. Em outros casos quando vemos as pessoas tomando crédito pelo trabalho dos outros ou reclamando sempre do trabalho realizado, serão esses os comportamentos sendo reforçados. As pessoas vão agir exatamente da forma como a cultura onde elas estão inseridas foi estabelecida, tenha sido essa cultura reforçada de forma intencional ou não.

Uma cultura organizacional não pode ser alterada ou construída de um dia para o outro, mas pode e deve ser moldada diariamente, se você quer alterar comportamentos negativos ou a forma que decisões são tomadas, é preciso mudar aquilo que está sendo reforçado diariamente.

Sempre que inserimos uma prática, framework, processo, metodologia ou ferramenta no nosso ambiente de trabalho estamos fortalecendo alguns comportamentos que serão realizados diariamente, isso com o tempo será incorporado na cultura da empresa. Dessa forma precisamos tomar muito cuidado para não incluir nada no nosso ambiente de trabalho sem saber exatamente o que queremos alcançar. Não caia na tentação de fazer alguma coisa só porque ouviu falar que é legal, tudo tem um objetivo, saiba qual é o seu e da sua equipe. 

A cultura organizacional é muito importante, quando não tratamos ela de forma intencional não temos controle sobre qual ambiente de trabalho estamos construindo. A forma de gestão, a forma com que as pessoas interagem, os valores vivenciados no dia a dia, a missão, o propósito, tudo está ligado a cultura organizacional.

Não caia nos clichês das mesas de sinuca, escorregadores ou coisas coloridas em todos os lugares, o ambiente físico pode ficar mais agradável, mas essas ações terão pouco impacto na criação de uma cultura forte.

Uma cultura organizacional forte gera grandes resultados

Ter uma cultura organizacional forte e engajadora pode trazer ótimos resultados, vamos ver rapidamente alguns dos que mais se destacam na minha opinião.

Quando os colaboradores estão felizes, se sentindo bem no ambiente de trabalho e empolgados com suas atividades diárias, as chances de saída reduzem muito. Não conseguir reter um talento pode causar problemas enormes para uma equipe. Eu já presenciei várias situações na minha própria equipe onde profissionais receberam propostas financeiras melhores e optaram por permanecer justamente devido ao ambiente e forma de trabalho.

Uma cultura diferenciada facilita na atração dos melhores talentos, pois os melhores sempre procuram o melhor, eles vão desejar fazer parte da equipe. Contratar o talento certo é essencial para uma organização alcançar seus objetivos e também para manter a cultura desejada.

A maneira como a comunidade vê uma organização é muito importante, isso pode trazer ótimas oportunidades. Uma cultura diferenciada gera conversa, e quando positiva, faz com que os clientes queiram fazer novos negócios.

Uma cultura organizacional interessante e diferenciada inclui uma missão bem definida e inspiracional e visão e valores que facilitam na tomada de decisão. Como resultado, as decisões tomadas serão mais alinhadas com os objetivos da empresa e aumentarão as chances de alcançar o sucesso.

Uma cultura organizacional diferenciada faz com que os clientes queiram permanecer, pois já foi construído um relacionamento com os colaboradores. A retenção de clientes irá aumentar, estabelecendo lealdade e gerando mais receitas e indicações.

Cultura organizacional forte e engajadora vs. cultura organizacional cool e diferenciada

Todos esses exemplos que descrevi são importantes e fazem parte de uma cultura organizacional, e como vimos ela pode trazer ótimos resultados, mas mesmo assim isso pode não ser suficiente para torná-la engajadora. 

Eu já fiz parte de uma equipe que possuía uma cultura organizacional que era diferenciada e interessante, todos gostavam do ambiente e forma de trabalho, porém mesmo assim algumas pessoas da equipe não estavam engajadas de forma intrínseca com o seu trabalho. Infelizmente quando faltam alguns elementos essenciais a cultura organizacional pode ser até interessante, diferenciada e com ambiente de trabalho agradável, mas jamais vai ser um cultura organizacional forte e engajadora. 

Uma das coisas em que acredito é que um profissional desengajado não é a mesma coisa que um profissional ruim, na grande maioria das vezes, a culpa não é do profissional. Eu percebi também que normalmente em uma situação onde a cultura organizacional possui problemas, aqueles que com o tempo irão ficar desengajados são os profissionais mais talentosos da equipe. 

Lembro de algumas situações, mas uma delas me marcou bastante, existia uma pessoa na minha equipe que era um profissional muito competente e talentoso, e também era uma pessoa maravilhosa de se ter no time, mas com o tempo ele ficou totalmente desengajado com o trabalho e isso acabou ficando claramente visível para todos. Em conversas que tive com ele identificamos que os principais motivadores intrínsecos, aqueles que ele tinha como mais importantes, estavam bastante prejudicados no contexto em que ele estava inserido na empresa.

Essas situações podem ocorrer quando várias mudanças são inseridas no ambiente de trabalho sem que se tenha entendimento de como isso está afetando as pessoas e os times. A vontade de criar uma cultura organizacional diferenciada pode trazer consigo alguns erros, o mais comum deles é tentar fazer isso adicionando novos métodos, práticas e processos no ambiente de trabalho sem o entendimento dos motivos e necessidades. 

Para que seja possível inovar de forma contínua, não basta criar uma equipe com esse propósito, é preciso que todos tenham entendimento do contexto completo do trabalho a ser realizado, tenham autonomia para tomar decisões relacionadas ao seu trabalho, sejam liberados das amarras de processos e hierarquias desnecessárias, mas principalmente, sejam incentivados a assumir riscos e possam aprender com seus erros.

Finalizando

cultura organizacional é muito importante, quando não tratamos ela de forma intencional não temos controle sobre qual ambiente de trabalho estamos construindo. A forma com que as pessoas interagem, os valores vivenciados no dia a dia, a missão, o propósito, tudo está ligado a cultura organizacional.

A cultura da nossa equipe ou empresa precisa ser moldada no dia a dia, mas isso não é uma tarefa fácil e com certeza o resultado não é imediato.

Uma gestão moderna, com definições, métodos e práticas diferenciadas podem reforçar e moldar diariamente a cultura que desejamos ter no nosso ambiente de trabalho. 

Plataforma Amo Onde Trabalho está aqui para te ajudar nisso! 

Espero que tenha gostado das dicas e também da leitura.

Um grande abraço e até a próxima!

Contribuição de:

Teste grátis nossa plataforma com a sua equipe por 7 dias, sem custos, sem cartão de crédito.

Aprenda a construir uma cultura que valorize sua marca, resolva os problemas de gestão, melhore os resultados dos negócios e atenda ao propósito da sua organização.

Está gostando desse conteúdo? Temos uma dica para você!

Faça uma análise gratuita do seu engajamento e da cultura da sua equipe de trabalho!

Faça um tour pela Amo Onde Trabalho totalmente de graça, conheça como a plataforma funciona e quais os benefícios que ela pode trazer para a sua equipe de trabalho!

Conheça, não custa nada :)

× Fale com a gente!