Qual é a forma de gestao da sua empresa

Qual é a forma de gestão da sua empresa?

Você saberia identificar qual é a forma de gestão da sua empresa?

Melhor ainda, além da forma de gestão, você conseguiria identificar quais são os problemas de gestão da sua empresa e quais são as situações que estão afetando o engajamento das pessoas e prejudicando a inovação?

Estruturas muito hierárquicas,  formas de gestão ultrapassadas, microgerenciamento, culturas organizacionais fracas, processos burocráticos e desnecessários, tudo isso é muito facilmente encontrado nas empresas atualmente. 

Todos esses fatores além de prejudicarem muito o engajamento das pessoas com seus trabalhos, deixam as empresas lentas e sem adaptabilidade para agir com a velocidade exigida pelo mercado atual. Além disso, essas empresas não estão adaptadas para agradar uma nova geração de profissionais, as empresas que desejarem atrair talentos e competir, terão que se adaptar. 

Vamos voltar um pouco no tempo e analisar como funcionavam as “Eras do Trabalho” passadas, muitas das estruturas, formas de gestão e liderança (ou falta dela) que vemos atualmente nas empresas é uma herança dessas épocas passadas. 

Como funcionava o trabalho durante a Era da Utilidade?

Existia uma época onde o trabalho e a forma de gestão eram bastante simples. As pessoas precisavam de dinheiro porque tinham contas para pagar e as empresas precisavam que atividades fossem realizadas. Dessa forma as empresas pagavam para que uma pessoa que tivesse alguma habilidade realizasse um trabalho específico.

Forma de Gestao - Era da Utilidade

Como era a forma de gestão?

O trabalho era sobre utilidade, as pessoas recebiam o mínimo necessário para realizar o seu trabalho.

Hoje, normalmente é um computador, uma mesa, um cubículo e um telefone. No passado, isso pode ter sido uma escrivaninha, uma caneta, um bloco de anotações e um telefone, ou talvez apenas um martelo e pregos.

  • Empresas tinham trabalho para fazer e precisavam de pessoas;
  • As pessoas tinham contas para pagar e coisas para comprar;
  • As pessoas tinham habilidades para oferecer, então se candidatavam para a vaga.
Forma de Gestao - Era da Utilidade 2

Durante essa época não se falava em:

  • Programas de saúde e bem-estar;
  • Refeições servidas;
  • Mesas de sinuca, pebolim ou ping pong;
  • Trazer cães para o escritório;
  • Trabalho flexíveis;
  • Entre outros.

Como funcionava o trabalho durante a Era da Produtividade?

Com o surgimento das fábricas e das máquinas no ambiente de trabalho, essa foi a pergunta que começou a ser feita pelas empresas durante essa época. O foco mudou, habilidades já não eram a única coisa que as empresas se preocupavam.

O mais importante era ter um processo onde os funcionários fossem o mais produtivo possível, dessa forma surgiram os gerentes, que em algumas situações utilizavam até mesmo relógios para marcar o tempo das atividades, qualquer segundo que pudesse ser otimizado seria otimizado. 

Forma de Gestao - Era da Produtividade 2

O foco era a eficiência operacional das tarefas realizadas, nas quais se buscava extrair o melhor rendimento de cada funcionário. O termo Taylorismo faz referência ao engenheiro norte-americano Frederick Taylor (1856-1915), ele foi um dos precursores da forma de trabalho durante esse período.

Desenvolvido no início do século XIX, a partir de estudos sobre os movimentos do homem e da máquina nos processos produtivos das fábricas.

Como era a forma de gestão?

Pessoas ocupando o papel dos robôs devido a falta da tecnologia disponível na época.

O Taylorismo não estava preocupado com as inovações tecnológicas, mas sim com o controle sobre a linha de produção. Com a análise dos processos produtivos, foi possível aperfeiçoar a capacidade de trabalho do operariado.

Citação Jacob Morgan

Atribui-se a Taylor a hierarquização da cadeia produtiva, a qual afasta o trabalho manual do trabalho intelectual e garante à gerência, detentora do conhecimento geral da produção, o controle sobre os trabalhadores.

  • Substituição de métodos baseados na experiência por metodologias cientificamente testadas;
  • Seleção e treinamento rigoroso dos trabalhadores, de modo a descobrir suas melhores competências, as quais devem ser continuamente aperfeiçoadas;
  • Supervisão contínua do trabalho;
  • Execução disciplinada das tarefas, de modo a evitar desperdícios;
  • Fracionamento do trabalho na linha de montagem para singularizar as funções produtivas de cada trabalhador, diminuindo assim sua autonomia.

Qual era a meta? Eficiência!

Ambiente estático de planejamento e controle em que otimizar é sobreviver. Existe a certeza de que o produto possui um mercado e dessa forma a coisa certa já está sendo feita. Quando maior a produção, maior o lucro. 

Muito diferente do que temos hoje, onde a base é o trabalho criativo e a busca pela eficácia. Estamos sempre buscando formas melhores de resolver problemas, mas a velocidade da tecnologia e dinâmica do mercado não nos permitem saber com certeza quando iniciamos um projeto ou novo produto, se aquilo que estamos fazendo irá ou não ser uma solução eficiente e inovadora para os usuários.

Principais Críticas ao Taylorismo

Forma de Gestao - Era da Produtividade

Nessa época não se falava em:

  • Líderes;
  • Liderança;
  • Tipos de Liderança.

Como funcionava o trabalho durante a Era do Engajamento?

As empresas começam a perceber: “Ei, talvez devêssemos prestar mais atenção aos colaboradores e ao que eles se importam e valorizam, em vez de apenas tentar extrair mais deles.”

O foco começa a mudar da organização para o colaborador, como beneficiar o colaborador e obter o entendimento de como e por que ele trabalha;

Quanto mais engajado o colaborador estiver melhor, colaboradores engajados ficam mais tempo na empresa e são mais produtivos e felizes;

Apesar de ainda não termos saído totalmente dessa era (não tivemos melhorias de engajamento em duas décadas), já podemos ver uma mudança muito grande na forma como as empresas de ponta estão tratando o engajamento no trabalho atualmente.

Forma de Gestao - Era do Engajamento 2

Como era a forma de gestão?

Essa abordagem foi revolucionária, pois desviou o foco de como a organização pode se beneficiar e extrair mais valor dos funcionários; para se concentrar no que a organização pode fazer para beneficiar os funcionários e entender como e por que eles trabalham.

Muitas empresas seguiram a tendência da Google e começaram a focar em benefícios extravagantes e ambientes coloridos e divertidos;

Existem muitas outras coisas que ajudaram a Google ter sucesso com essa abordagem, mas para a maioria das empresas seguir por esse mesmo caminho pode levar a diversas armadilhas e problemas. 

Apesar de à primeira vista parecer uma boa ideia, normalmente ações como a introdução de escorregadores, mesas de sinuca e puffs coloridos no ambiente de trabalho acabam não ajudando a fortalecer a cultura, engajar a longo prazo ou trazer melhores resultados de negócio.

Caso você tenha interesse eu falo em mais detalhes sobre esse assunto aqui: O que é Cultura Organizacional?

Forma de Gestao - Era do Engajamento

Como funciona a Era da Experiência do Colaborador?

As empresas estão começando a entender que para atrair e manter os melhores é necessário mudar. Em vez de criar um ambiente de trabalho assumindo que as pessoas precisam estar, para um onde as pessoas realmente queiram estar.

Para as pessoas que fazem parte da sua organização, a experiência delas é simplesmente a realidade de como é trabalhar lá. Do ponto de vista da organização, é o que é projetado e criado para os colaboradores ou o que a organização acredita que a realidade do colaborador deve ser.

Formatado pela empresa para os colaboradores, é o encontro das expectativas e desejos dos colaboradores e o design organizacional.

Experiencia do Colaborador vs Engajamento

Processos, locais e fluxo de trabalho são projetados em torno das tendências preexistentes dos colaboradores. A experiência do colaborador reconheceu que o empregado, não o empregador, deve estar no centro.

As organizações estão investindo em muitos programas para melhorar a vida no trabalho, com foco em melhorar a experiência do dia-a-dia dos colaboradores. A experiência porém é subjetiva, humanos possuem emoções, diferentes percepções, atitudes e comportamentos.

A organização deve primeiro entender seus colaboradores. A empresa Airbnb é a pioneira em Experiência do Colaborador.

Forma de Gestao - Experiencia do Colaborador

Uma pesquisa do MIT – Massachusetts Institute of Technology mostra que as empresas que investem em experiência do colaborador conseguem alcançar índices de inovação duas vezes maiores, dobrar a satisfação do cliente e ter lucros 25% maiores que as organizações sem a mesma iniciativa.

Onde a utilização da Experiência do Colaborador ainda está deixando a desejar?

Com essa mudança, por que as pessoas ainda não estão vendo melhores resultados com relação ao engajamento?

Porque a experiência do colaborador vem do indivíduo, mas ela ainda está focada principalmente no trabalho em si.

Quando perguntado aos colaboradores o que suas organizações haviam feito para melhorar sua experiência com funcionários.

As três principais ações identificadas pelos entrevistados foram:

(1) Regalias e eventos;

(2) Recompensas;

(3) Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

Todos, sem dúvida, são aspectos importantes do trabalho, mas nenhum realmente captura o significado pessoal que os colaboradores estão procurando.

O velho mundo do trabalho como conhecíamos está desaparecendo

Eu gostaria de apresentar agora alguns dos fatores que estão mudando (já mudaram) a realidade do trabalho em muitas empresas de ponta e startups do Vale do Silício. Esses fatores irão impactar todas as empresas e todos os setores em algum momento, dessa forma eles são muito importantes para entendermos a Experiência Humana no Trabalho. 

Vamos a eles:

Airbnb-culture-office
Centennials

Eles se sentem mais felizes e preferem trabalhar em empresas que possuam em sua cultura fortes componentes de Propósito, Inclusão e Empoderamento.

Possuem necessidade de se sentir parte de algo, precisam de um propósito. Se a sua empresa não possui um propósito muito bem definido e inserido na cultura organizacional, as chances de atrair um talento dessa geração são reduzidos. Eles sentem necessidade de dar sua opinião e participar das tomadas de decisões relacionadas ao seu trabalho.

Parece besteira pensar em mudar toda uma forma de gestão ou reforçar uma cultura organizacional diferenciada somente para se adequar a uma geração de profissionais. Mas o fato é que não temos muita escolha.

Independentemente da nossa vontade, o mundo mudou, e essa nova geração traz consigo uma nova forma de trabalho.

Eles trazem uma forma diferente de pensar, mais moderna, se você quer inovar dentro da sua empresa, melhor começar a pensar nessa nova geração com bastante atenção.

Robo Walmart

A velocidade com que a tecnologia está impactando os mercados de trabalho está cada vez maior. Muitos trabalhos estão desaparecendo e outros novos surgem todos os anos.

Os robôs estão roubando os nossos trabalhos ou estão apenas assumindo um papel que sempre deveria ter sido deles? 

Uma grande parte das organizações espera aumentar significativamente o uso de IA, tecnologias cognitivas, automação de processos robóticos e robótica nos próximos três anos.

Podemos entender por que necessidades de novas habilidades estão surgindo enquanto outras estão desaparecendo muito rapidamente.

Avanço da Tecnologia

Durante anos, muitos consideraram contrato freelance e trabalhos pontuais como “trabalho alternativo”, opções suplementares para empregos em tempo integral. 

Não é mais a realidade dos dias atuais onde os profissionais operam em um mercado de trabalho transparente, onde colaboradores sob demanda encontram novas posições de trabalho em suas caixas de e-mail todos os dias. 

O crescimento de freelancing tem sido mais rápido do que o crescimento do emprego no geral, isso já ocorre em vários países como Reino Unido, na França e na Holanda.

Trabalhos remotos já são uma realidade, tudo o que sabemos sobre o trabalho está mudando: onde é feito, como é feito e até mesmo quem o faz.

O mundo está se tornando como uma grande cidade, onde os limites e barreiras para fazer qualquer tipo de negócio estão desaparecendo.

A maioria das conversas não será cara a cara a partir de agora, o trabalho remoto é cada vez mais comum.

Estrutura Comando e Controle Vs Equipes Altamente alinhadas

A tendência global em direção à organizações baseadas em equipes está crescendo por um motivo:

É um modelo mais eficaz para operar no ambiente de negócio dinâmico e imprevisível que vemos hoje.

Empresas hierárquicas costumam ter diversos silos, uma equipe para cada função, o trabalho começa em uma equipe e fica indo e voltando para outras equipes diversas vezes antes de estar pronto para ser entregue para o cliente.

Hierarquia Vs Times Cross-Funcionais
cultura organizacional

Um profissional talentoso é duas vezes mais produtivo do que o profissional mediano para trabalhos processuais, e até dez vezes mais produtivo para trabalhos criativos.

E adivinhe qual o tipo de trabalho mais necessário para as empresas atualmente?

Três em cada quatro profissionais priorizam a cultura organizacional antes de se candidatar a um emprego, de acordo com pesquisa recente da Glassdoor.

Cultura Organizacional - Atrair Talentos

Finalizando

Acredito que a leitura desse texto tenha feito você refletir e identificar algumas situações que ocorrem na sua própria equipe de trabalho ou empresa. Talvez até tenha percebido que a sua empresa está presa em uma era onde a forma de gestão não se enquadra nas necessidades que vimos.

A questão é, como melhorar?

Pesquisas de diversas fontes mostram que pessoas que dão preferência às experiências sobre bens materiais, são mais felizes. Por que?

Experiências ajudam a nos conectarmos e construirmos relacionamentos uns com os outros. Experiências ficam com a gente por toda a nossa vida, elas moldam quem somos e fazem com que a gente aprenda e evolua.

No próximo texto vamos entender como a Experiência Humana no Trabalho pode nos ajudar nessa missão.

Espero que tenha gostado das dicas e também da leitura.

Ficaria feliz de saber a sua opinião nos comentários.

Um grande abraço e até a próxima!

Contribuição de:

Teste grátis nossa plataforma com a sua equipe por 7 dias, sem custos, sem cartão de crédito.

Aprenda a construir uma cultura que valorize sua marca, resolva os problemas de gestão, melhore os resultados dos negócios e atenda ao propósito da sua organização.

Está gostando desse conteúdo? Temos uma dica para você!

Faça uma análise gratuita do seu engajamento e da cultura da sua equipe de trabalho!

Faça um tour pela Amo Onde Trabalho totalmente de graça, conheça como a plataforma funciona e quais os benefícios que ela pode trazer para a sua equipe de trabalho!

Conheça, não custa nada :)

× Fale com a gente!